Skip to main content

Berlim: Fight 2 – Chip do telefone

Já que é para passar vergonha, porque não passar já no primeiro dia?

Pesquisei e escolhi o provedor do telefone. Vi na internet onde tinha loja e fui. Cheguei, peguei, paguei e fui embora.

Em casa precisei usar o meu chip do Brasil. Quando voltei com o chip novo, pediu uma senha. Me lembrei que o cara da loja me pediu para assinar um papel com o numero do telefone e uma senha. Digitei a senha e nada. Digitei de novo e nada. Faltava uma tentativa para bloquear o número que eu tinha acabado de pegar.

Tive que calçar a cara e voltar na loja. Falei que o papel que eu tinha assinado e que tinha a senha tinha ficado lá. O mocinho, bem educado, me respondeu que a senha estava no cartão que estava comigo, mesmo cartão onde o chip veio pregado. O outro papel era um código para eles… que vergonha, acho que o cara está achando que voltei lá só para ver ele. Ele ficou me olhando com aquela cara de hummm, sei. rs

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: