Skip to main content

E no meio do caminho tinha um Alemão

Meu mochilão no ano passado incluiu algumas cidades alemãs. Quando estava passando pela última cidade, tive um match com um alemão. Sim, usei sites de relacionamentos algumas vezes na minha vida.

Infelizmente, quando começamos a conversar eu já estava na França. E dali a tendência foi cada vez ir para mais longe na Europa e depois vim passar as festas de Ano Novo no Brasil.

Felizmente não paramos de conversar desde o primeiro dia. As conversas ficaram cada vez mais intensas. Conversa vai, conversa vem, contei que estava voltando para a Europa em fevereiro e combinamos de viajar juntos por um tempo. Eu sei, pode parecer meio doido, mas meu coração me dizia para tentar e parecia que ele era bem confiável.

Minha programação já estava mais ou menos pronta. E ele acabou entrando de cabeça. Parecia nossa lua de mel: Itália, Cróacia, Montenegro e Grécia. Acho que o universo mandou um anjo para me acompanhar nesses países mais românticos.

Depois de quase 3 meses conversando quase todo dia nos encontramos em Verona. Eu estava preocupada. Afinal ia passar o próximo mês com uma pessoa que nunca tinha visto. Acho que ele pensou o mesmo e fizemos de tudo para quebrar qualquer barreira. Confesso que a primeira semana foi para conhecermos um ao outro. Depois disso acabei me envolvendo mais do que deveria.

Ele se encaixava perfeitamente em todos os meus pré-requisitos. Era romântico, carinhoso, inteligente, um ótimo companheiro de viagem. Dividíamos todas as responsabilidades. Ele estava sempre do meu lado, andando de mãos dadas, abrindo portas e agindo sempre de forma muito romântica.

Conhecemos a Julieta em Verona, caminhamos pelas vielas e navegamos em Veneza,  vimos o pôr do sol na Toscana, nos surpreendemos em Split e Santorini.  Foi tudo perfeito.

Já sabia que ele teria que voltar para casa depois de Santorini. Eu estava indo muito bem sozinha antes dele, mas depois que provei o quão bom era viajar com uma boa companhia, foi muito difícil seguir sozinha. Eu fui para a Turquia e ele voltou para casa.

Alguns meses depois, quando eu já estava na Austrália, falei que estava voltando para Londres. Combinamos de nos encontrar de novo. Ele ia passar uma semana comigo na Inglaterra. Fizemos planos para a semana toda. Combinamos de ele me encontrar no aeroporto.

Eu estava empolgadíssima quando saí do avião. Passei no banheiro para tentar melhorar a aparência de quem estava viajando desde a Nova Zelândia e fui pegar minha mala. Quando consegui conectar o meu cel no wifi recebi a mensagem dele dizendo: “Me desculpe mas não poderei mais ir. Comecei a sair com uma garota essa semana e não acho certo fazer isso com ela”.

Confesso que meu mundo caiu. Demorei umas 2h para conseguir dar um intervalo no choro e sair do aeroporto. Estava tão desnorteada que nem o metrô achei. Dei mil voltas e tive que pedir ajuda.

Apesar de ele sempre ter deixado claro que o nosso “relacionamento” era provisório, sempre foi um amor. O que me encantou. Apesar de tudo, acho que valeu muito a pena o tempo que passamos juntos.

Nunca mais o vi ou falei com ele, mas sei que ele está firme e forte com a nova namorada…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: